bandeja de suspensão
Componentes e Peças

Bandeja de suspensão: como a falta de manutenção compromete a direção?

COMPARTILHE:

É bem provável que você já tenha ouvido falar dessa peça, mas ainda não está claro quais são os riscos de ignorar a manutenção da bandeja de suspensão? Esse componente é muito importante para garantir a estabilidade do veículo e interfere no desempenho da direção quando apresenta problemas.

Sendo assim, preparamos este post para você entender tudo sobre a bandeja de suspensão; desde o seu funcionamento até o momento certo de trocá-la.

Invista na manutenção do seu carro e evite surpresas. Acompanhe nossa leitura para saber ainda mais!

O que é a bandeja de suspensão?

A bandeja de suspensão — ou braço oscilante — é um componente do sistema de suspensão que funciona basicamente como um suporte que liga as rodas do veículo ao chassi ou monobloco.

Tal peça desempenha várias funções que estão diretamente relacionadas à segurança, ao conforto e à estabilidade do veículo. Em função disso, um pequeno problema nesse componente pode levar à perda de controle do automóvel. Além de conectar a roda ao chassi, suas funções são:

  • manter e determinar o alinhamento das rodas do veículo;
  • garantir que as rodas se movimentem apenas verticalmente;
  • suportar as forças laterais geradas nas curvas;
  • limitar o movimento das rodas nos arranques e frenagens.

Por que é importante escolher uma peça de qualidade e do modelo correto?

Como você viu, a bandeja de suspensão tem muitas funções e, para bem cumpri-las, tal peça deve resistir a forças muito grandes. Uma peça de reposição de má qualidade, ou instalada de forma incorreta, pode sofrer deformações e rachaduras, correndo o risco de quebrar. Se isso acontecer, a possibilidade de perda de controle do veículo é enorme, especialmente em altas velocidades.

A bandeja de suspensão contém buchas de borracha que evitam o atrito entre os metais. Se elas forem de qualidade duvidosa, podem se desgastar rapidamente e, novamente, a dirigibilidade será prejudicada. Também é muito importante escolher o modelo de bandeja correto para o seu carro, pois o alinhamento preciso das rodas depende disso.

Como a bandeja de suspensão funciona na prática?

Para que você entenda como a bandeja de suspensão afeta a estabilidade e o controle do veículo, vamos explicar o seu funcionamento por meio de um exemplo. Quando você anda com o seu carro, a roda sobe e desce a todo instante devido às imperfeições no terreno.

O braço de suspensão mantém amortecedores, molas e rodas alinhados — além de conectá-los ao chassi ou ao monobloco —, fazendo com que esses componentes tenham o seu melhor desempenho. Ao entrar em uma curva, essas peças são forçadas para dentro ou para fora e, novamente, quem as mantém na posição correta é a bandeja de suspensão.

Quando devo fazer a troca da bandeja de suspensão?

Não existe um prazo específico para que você troque essa peça. Esse é um componente durável, mas, por suportar muitos impactos, pode acabar quebrando ou sofrer com desgastes prematuros. O conjunto de suspensão costuma durar entre 50 e 70 mil quilômetros rodados, mas, é altamente recomendável uma revisão a cada 10 mil.

A melhor forma de garantir que você não terá problemas na bandeja de suspensão e nos demais componentes do seu carro é sempre realizar revisões preventivas. Dessa maneira, é possível prever problemas ou corrigi-los antes que eles fiquem mais sérios e danifiquem outras peças.

Procure por folgas ou rasgos nas buchas da bandeja de suspensão. Veja também se não existe nenhum amassado e sempre esteja atento ao alinhamento do veículo, pois falhas nesse componente podem fazer com que o veículo fique desalinhado. Quando em curvas, também é possível que você ouça alguns ruídos mais agudos. As principais causas de troca são:

  • folga nos pivôs;
  • folga ou rompimento das buchas;
  • empenamento;
  • amassados ou trincas;
  • estrutura desalinhada.

Que outras peças devem ser verificadas para não comprometer a direção do veículo?

Além da bandeja de suspensão, outras peças podem causar problemas no sistema de suspensão e prejudicar a direção do veículo. Procure fazer revisões constantes nesses componentes e, ao menor sinal de problemas, consulte um especialista e faça a troca sempre que necessário.

Amortecedores

Amortecedores vazando óleo ou com qualquer outro defeito são prejudiciais à condução do veículo. Além disso, podem desgastar prematuramente os pneus e, caso o amortecedor perca a ação, aumentar o tempo de frenagem consideravelmente, aumentando os riscos de acidentes, especialmente em dias de chuva.

Coxim do amortecedor

Os coxins são peças revestidas com borracha que tem a função de fixar o amortecedor ao monobloco do carro. Se eles estiverem gastos, essa fixação é prejudicada e, além de alguns barulhos bem incômodos quando você passar por buracos, pode haver a quebra do componente.

Pivôs e terminais

Quando desgastadas, essas peças podem dificultar a condução em linha reta e prejudicar o alinhamento das rodas. Defeitos nos terminais costumam trazer barulhos, trepidação na direção e aumento do desgaste dos pneus. Assim como é o caso dos demais componentes da suspensão, falhas tendem a aumentar as chances de acidentes.

Barra estabilizadora

A barra estabilizadora liga a coluna da suspensão à carroceria e evita que esta incline excessivamente em curvas. Desgastes nas buchas de borracha ou nas bieletas podem causar barulho e um desconforto na direção.

Pneus

Pneus desgastados, ressecados ou com bolhas provocam muitos acidentes e você sempre deve ficar atento a isso. Além de perda de aderência, eles podem acabar estourando. Também é preciso saber escolher o modelo correto para o seu carro, afinal, existem várias opções e nem todas são adequadas.

Percebeu como é importante manter a manutenção da bandeja de suspensão e demais componentes em dia e como pode ser perigoso ignorar isso? Apesar de ser uma peça de aparência simples, ela desempenha funções muito importantes e fundamentais para garantir a estabilidade do veículo. Por isso, fique atento!

Gostou das informações? Que tal conhecer um pouco mais sobre o sistema de suspensão do seu carro? Leia o artigo que preparamos para você e veja tudo o que um motorista precisa saber!

Componentes e Peças
COMPARTILHE: