postura para dirigir
Segurança

Qual é a melhor postura para dirigir?

COMPARTILHE:

Manter uma postura saudável ao volante nem sempre é fácil. Nosso corpo vai se acostumando ao mau posicionamento e acaba ficando “preguiçoso”, o que aumenta o risco de sobrecarregar os músculos, causar tensões e provocar dores.

Nos tempos de autoescola, aprendemos que a primeira coisa a fazer ao entrar no carro é ajustar o assento e os espelhos. No começo, sentávamos no banco como um lord inglês na hora do “chá das cinco” com a Rainha Elizabeth II. Após alguns meses (ou dias), já parece que estamos no sofá da mãe Joana. É claro que isso não acontece com todos, felizmente. Mas se acontece com você, está na hora de mudar!

Mesmo sendo uma tarefa trabalhosa, é fundamental ser persistente e educar o corpo para a postura correta, pois ela também está ligada à segurança no trânsito. Em caso de imprevistos, isso ajuda o motorista a reagir mais rápido e a manter o controle da direção.

Para que você conheça a melhor postura ao dirigir, separamos algumas orientações essenciais que devem ser aplicadas em seu dia a dia. É hora de saber como o posicionamento adequado ao volante pode ser peça-chave para uma rotina mais saudável!

Posição correta para dirigir

Cabeça

Posicionar a cabeça corretamente no encosto do banco previne dores musculares no tronco e evita a ocorrência do “efeito chicote”. Esse efeito ocorre em caso de colisões traseiras, quando sua cabeça é movimentada de forma brusca para trás e para frente, provocando torcicolo e até mesmo luxações nas vértebras.

Uma dica importante é se acostumar a manter a cabeça no encosto. Por que vale a pena fazer isso? A cabeça pesa em média 6 quilos. Mas o peso que ela exerce sobre a coluna pode passar de 10 quilos a depender da inclinação. Ao posicionar a cabeça no encosto você estará “entregando” a ele parte do peso que iria apenas para a coluna.

Braços

O ideal é que os cotovelos estejam dobrados em um ângulo de cerca de 120°. Como você provavelmente não usará um transferidor para ver a angulação exata, basta mentalizar uma abertura de 90° e ampliá-la um pouco. Braços muito esticados por muito tempo podem causar dores no pescoço e nos ombros.

Para ver se sua postura ao dirigir nesse quesito está correta, confira se seus ombros estão encostados no banco enquanto suas mãos estão sobre o volante — o ajuste é feito por aproximar ou afastar o banco do volante.

Mãos

Segure o volante com as mãos na posição 9h15 ou 10h10, como se elas fossem o ponteiro de um relógio. Isso proporciona liberdade para movimentar o volante com rapidez em casos de emergência e evita flexionar as mãos de forma incorreta, o que pode causar dores nos braços.

Você conhece outros motoristas que têm o costume de dirigir apenas com uma das mãos? A prática é considerada uma infração média e pode resultar em multa e pontos na CNH.

Retirar as mãos do volante também é algo proibido e só pode ser feito em casos específicos ou necessários, como trocar a marcha.

Coluna

O mais indicado é que a parte de baixo das costas (lombar) esteja apoiada totalmente no encosto do banco. No entanto, é preciso respeitar a curvatura lombar de cada pessoa, pois nem toda coluna se alinha completamente ao encosto.

Nesses casos pode ser usada uma almofada ou uma toalha para preencher o espaço natural da coluna e fazer com que o corpo fique totalmente em contato com o banco. Assim, é possível evitar a compressão de órgãos e problemas de circulação.

Pernas

Com os joelhos levemente dobrados, alcançar os pedais do veículo com os pés deve ser uma tarefa feita sem esforço. Dessa forma, você não precisa esticar totalmente as pernas na hora de acionar os pedais, evitando dores tanto nas pernas quanto na região inferior das costas.

Um bom teste que pode ser feito é pressionar o pedal da embreagem até o fim, sem que seja preciso retirar os ombros do encosto do banco. Por outro lado, ficar com os joelhos muito perto do painel vai afetar a dirigibilidade.

Pés

O controle contínuo dos pedais demanda um grande esforço de seu corpo ao longo do dia. Para aliviar a tensão nos músculos, o mais indicado é apoiar os pés completamente no chão do carro, em intervalos regulares, para um merecido descanso.

Também é importante manter os calcanhares apoiados no assoalho quando estiver dirigindo, o que garante a estabilidade dos pés.

Posicionamento correto de equipamentos

Agora que você já sabe a melhor forma de posicionar seu corpo dentro do carro, é hora de conferir como adequar os equipamentos e itens do veículo com a sua postura. Confira!

Banco

O melhor ângulo do encosto do banco é entre 100 e 120 graus. Se você deixar o banco mais inclinado do que isso, aumentam as chances de você deslizar pelo cinto em uma colisão. Já encostos mais retos deixam os músculos tensos e podem provocar desconforto ao dirigir.

A distância ideal entre os joelhos e o painel do veículo é de pelo menos três dedos de distância, visto que isso evita que as veias sejam comprimidas e a circulação seja comprometida.

Para ajustar a distância do banco em relação ao painel, basta pressionar a embreagem ou o acelerador até que o joelho fique ligeiramente flexionado. Ao descansar os pés, a planta do pé deve estar totalmente em contato com o piso.

Apoio de cabeça

Não sabe como encontrar a melhor posição para o apoio de seu banco? Aí vai uma dica fácil: para definir a posição para o encosto de cabeça basta traçar uma linha imaginária horizontal na altura dos olhos. Essa linha deve estar no centro do encosto. Ao se olhar por trás, a parte de baixo do pescoço deve estar visível, no caso de pessoas com estatura mediana.

Além disso, é bom deixar uma folga de aproximadamente três dedos do apoio. Isso faz com que ele absorva o impacto em caso de acidentes.

Volante

Se o seu carro possui um volante ajustável, o ideal é posicioná-lo de forma que seja possível visualizar todos os instrumentos do veículo, e sem ser necessário mover a cabeça para isso. Não se esqueça de que o volante nunca deve encostar em suas coxas quando você estiver sentado.

Cinto de segurança

Todos os veículos fabricados a partir de 2014 tiveram a inclusão do ajuste de altura para o cinto de segurança. Porém, muitos ignoram sua presença e dirigem com o cinto machucando o pescoço (no caso de pessoas mais baixas) ou o antebraço (mais altas).

O certo é que o cinto fique justo ao corpo, mas nunca apertado. A faixa superior deve ser posicionada no meio do ombro e não no pescoço, evitando que o motorista se enforque em uma batida. Já a faixa inferior deve ficar bem firme ao abdome e nunca folgada.

Espelhos

Devem permitir uma boa visualização do ambiente atrás do carro sem que seja necessário inclinar ou girar o tronco e a cabeça. Basicamente, a movimentação deve ser apenas dos olhos.

Lembre-se de que é necessário, também, ajustar os retrovisores para garantir a maior visualização possível do trânsito ao redor. Para isso, faça com que apenas uma pequena parte do fundo do carro seja exibida nos retrovisores laterais. Isso vai reduzir bastante os pontos cegos e evitar acidentes.

Dicas para aliviar dores no corpo

Muitos motoristas reclamam de dores pelo corpo ao dirigir por longas distâncias, principalmente na região lombar. Se você seguir as dicas acima, não vai precisar se preocupar com isso. Mas se as dores aparecerem, confira algumas dicas para melhorar o conforto no carro e aliviar o incômodo:

  • dirija com a coluna totalmente apoiada no encosto;
  • evite conduzir o veículo com objetos no bolso de trás da roupa. Isso pode provocar um desalinhamento da coluna e atrapalhar a circulação;
  • mantenha os cotovelos o mais próximo possível do tronco para evitar dores nos ombros, pescoço e na parte de cima das costas;
  • ficar sentado por muito tempo dentro do carro pode enrijecer seus membros. Por isso, não se esqueça de parar para se alongar. Vale movimentar o pescoço, os braços e fazer movimentos simples com as mãos, ajudando a circulação;
  • quando houver uma pausa no trânsito, tente alongar os braços, as pernas e o pescoço;
  • visto que as dores, muitas vezes, surgem pela vibração excessiva, mantenha os amortecedores e pneus com devida manutenção;
  • use uma almofada ortopédica — consulte um médico para saber qual a ideal para você.

Postura ao dirigir é uma questão de segurança

Além de evitar lesões e garantir um dia a dia mais confortável dentro do veículo, manter a postura corporal correta é uma importante forma de contribuir para a sua segurança ao volante. Vale lembrar que a maioria dessas dicas também valem para os demais ocupantes do carro.

Se você está desconfortável ao volante, ações como passar a marcha ou ter boa visualização de componentes do carro, como os retrovisores, podem ser comprometidas. Assim, sua atenção, que deveria estar focada no trânsito, vai estar voltada à falta de conforto.

Percebeu alguma coisa que você precisa melhorar na sua postura ao dirigir? Comece a mudar hoje mesmo. Ter a postura de um lord inglês ao dirigir é uma questão de determinação para vencer maus hábitos.

“É mais fácil vencer um mau hábito hoje do que amanhã” — Confúcio.

Gostou de conhecer qual é a melhor postura para dirigir seu veículo? Aproveite para seguir as nossas páginas nas redes sociais e ficar por dentro de todas as nossas atualizações. Estamos no Instagram, no Facebook, no Twitter e no YouTube!

COMPARTILHE: