como-evitar-acidentes-de-transito
Para o dono do carro Segurança

Como evitar acidentes de transito? Confira 8 dicas indispensáveis

COMPARTILHE:

Tanto o conceito de direção defensiva quanto o de direção preventiva são importantes para evitar acidentes de trânsito. Esse é um tema muito importante, especialmente em épocas de férias escolares, feriados e fim de ano, em que o número de veículos nas estradas aumenta bastante.

Para que você não se coloque em situações de risco, separamos 8 dicas importantíssimas que vão ajudá-lo a evitar acidentes de trânsito. Continue com a gente e confira!

1. Esteja em boas condições para dirigir

De acordo com um levantamento feito pelo governo do Estado de São Paulo, 94% dos acidentes de trânsito ocorrem por falha humana. Esse é um dado alarmante e mostra como a imprudência pode ser perigosa. Nunca dirija sob o efeito de álcool ou remédios que possam afetar a sua resposta de reação.

Porém, nem sempre os acidentes são causados por motoristas imprudentes. Qualquer um está sujeito a cometer erros sem perceber. Se você estiver com sono ou cansado, faça uma parada para descansar, nem que seja por meia hora. Durante a noite, tome um cuidado especial com o local em que você vai parar.

Outro grande erro que alguns cometem é discutir antes ou durante a condução do veículo. Esteja com a cabeça tranquila e concentrado no que você está fazendo. Quando estressado, você pode tomar atitudes impensadas — como brigar no trânsito por um motivo qualquer — e colocar a sua vida em risco.

2. Respeite os limites de velocidade

Os limites de velocidade foram feitos para serem respeitados. Os valores indicados nas placas não são um número qualquer. São feitos vários estudos que indicam qual é a velocidade ideal para trafegar naquela região sem comprometer a sua segurança e a dos outros motoristas e pedestres.

Em caso de chuva — mesmo que seja apenas uma garoa fina —, reduza a velocidade. Nesse caso, o atrito dos pneus com o solo se reduz e, se você precisar frear bruscamente o veículo ou fizer uma curva mais fechada, poderá perder o controle facilmente. Existe ainda o risco de aquaplanagem, que pode causar uma derrapagem e até mesmo um capotamento.

3. Evite o uso de celulares, som muito alto ou televisão

Distrações são grandes causadoras de acidentes. Ao dirigir, você precisa ter atenção ao que está acontecendo a sua volta, evitando surpresas. Celulares, som muito alto e aparelhos de tv são as formas mais comuns de desviar a sua atenção do que realmente importa.

Se você precisar atender a uma chamada, encoste o veículo em um local seguro. Fazendo isso, além de evitar que um possível acidente ocorra, você também se livra de uma multa. O Código de Trânsito Brasileiro prevê infração gravíssima e perda de sete pontos na carteira para quem usar celular ao volante.

4. Redobre a atenção com crianças no veículo

Transportar crianças é uma enorme responsabilidade e isso deve ser feito corretamente. Elas sempre devem estar no banco de trás e com o cinto de segurança afivelado. Se forem pequenas você deve usar uma cadeira apropriada, devidamente presa ao cinto. É muito importante observar o peso e a altura máxima que o equipamento suporta.

Se a cadeira for usada fora das especificações, ela pode se soltar durante uma frenagem mais brusca e até enforcar a criança com o cinto que deveria protegê-la. Muito cuidado com distrações também. Sempre que possível, deixe alguém responsável pelos pequenos enquanto dirige. Sua função principal sempre deve ser conduzir o veículo.

5. Ajuste corretamente os retrovisores e mantenha uma boa postura

Manter uma boa postura ao dirigir é essencial para que você tenha o máximo de visão do exterior do veículo. Além disso, quando sua posição é incorreta você se cansa mais facilmente, reduzindo sua capacidade de reagir às situações de emergência.

Encontre a postura ideal e ajuste os espelhos retrovisores do veículo. Isso é muito importante para minimizar ao máximo os pontos cegos. Ao mudar de faixa de rodagem, se você não conseguir ver um motociclista, pode causar uma colisão e ferir gravemente outro condutor.

6. Não deixe objetos soltos dentro do carro

Apesar de parecerem inocentes, pequenos objetos soltos pelo carro — como brinquedos ou sacolas de compras — podem ser fatais, mesmo quando não existe uma colisão. Ao brecar de forma mais brusca, eles podem ser lançados contra a cabeça dos ocupantes do veículo, causando lesões e até a morte.

Uma simples garrafa de água também pode ser muito perigosa. Ao se deslocar dentro do veículo, existe a possibilidade de que ela fique presa nos pedais de freio e do acelerador, impedindo o seu uso. Coloque os objetos no porta-luvas ou porta-malas e jamais os deixe espalhados pelo carro ou em cima do painel.

7. Mantenha uma distância segura do carro à frente

Para que você consiga reagir e frear em caso de uma emergência, é necessário manter uma distância do veículo à frente. Existe uma regra básica: um carro para cada 20km/h, ou seja, se você estiver a 80 km/h, deve deixar um espaço de pelo menos quatro veículos.

Em dias chuvosos ou com neblina, a sua atenção deve ser redobrada. Além de reduzir a velocidade, deve-se aumentar a distância do veículo a sua frente, uma vez que você precisará de mais tempo para conseguir perceber uma emergência e parar o carro.

8. Mantenha as revisões do carro sempre em dia

Como você viu ao longo deste texto, muitos acidentes são causados por imprudência ou inexperiência ao volante. Porém, falhas mecânicas também podem gerar esse tipo de situação. Por isso, é muito importante praticar a manutenção preventiva nos veículos, mantendo o carro sempre em ordem e evitando acidentes por quebra de componentes importantes.

Alguns sistemas e peças do carro estão diretamente ligados à segurança ao dirigir e, em caso de falhas, o resultado pode ser um acidente bem sério. Entre os principais itens que devem ser checados, podemos destacar:

Nunca descuide da manutenção do seu carro, siga nossas dicas de como evitar acidentes de trânsito e dirija tranquilo e em segurança. Não se coloque em risco por pressa ou desconhecimento. Lembre-se também que, ao conduzir um veículo, você é responsável pela vida dos passageiros e pedestres.

Gostou deste texto e quer mais informações sobre como dirigir com segurança? Então não deixe de ler nosso post sobre pontos cegos no retrovisor!

 

COMPARTILHE: