Manutenção do carro na pandemia: quais são os cuidados essenciais?

Manutenção do carro na pandemia: quais são os cuidados essenciais?
6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

É comum encontrar pessoas que não sabem como fazer a manutenção do carro na pandemia. Afinal, trata-se de uma situação incomum. No entanto, os veículos que estão parados na garagem, seja em razão da quarentena, seja por outros motivos, merecem atenção redobrada.

A boa notícia é que, com a adoção de alguns cuidados básicos, a durabilidade do motor e de outros itens não será afetada negativamente. Neste post, vamos dar dicas especiais para proteger o carro no período atual de pandemia e evitar a ocorrência de problemas no futuro. Para saber quais são as melhores práticas, continue a leitura deste post até o fim e depois não deixe de colocá-las em prática.

Veja também:

●       Customização de motos: descubra o que é permitido fazer

●       Ar-condicionado automotivo: dicas de utilização e manutenção

●       Não sabe como funciona a garantia de peças automotivas? Veja aqui!

Ligar o carro periodicamente

O ideal é que um veículo seja ligado pelo menos a cada 5 dias, ou utilizado, mesmo que em pequenos trajetos, a cada 15 dias a fim de que itens como bateria, sistema de arrefecimento, tensores, correia e outros componentes permaneçam em bom estado.

Em geral, circular por pequenos trajetos costuma ser o bastante, uma vez que, nesse período, o motor atinge a sua temperatura ideal de funcionamento. Se optar por ligar o carro e deixa-lo parado é importante ressaltar que o recomendado é não acelerar o carro nesse tempo e mantê-lo sempre em baixas rotações.

Calibrar os pneus

Os veículos pouco utilizados também precisam estar com os seus pneus sempre calibrados. O ideal é mantê-los com a pressão máxima recomendada no manual do proprietário.

Além disso, o balanceamento e o alinhamento não devem ser deixados de lado, uma vez que esses procedimentos aumentam a segurança dos passageiros e ainda evitam o desgaste irregular dos pneus — a recomendação é que ambos sejam realizados após trocas de pneus e a cada 10 mil quilômetros percorridos com o carro.

Limpar a parte interna e externa

Manter a limpeza do carro em dia, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não está relacionado apenas à aparência. Quando o veículo permanece limpo, você evita diferentes situações que são prejudiciais.

A higienização interna, por exemplo, evita o acúmulo de substâncias nocivas à saúde, como ácaros e fungos. Já a sujeira exterior pode comprometer a pintura e outros componentes, sendo capaz até mesmo de provocar manchas na lataria.

Para tanto, a sugestão é utilizar produtos específicos para a limpeza de carros ou uma solução de água e sabão neutro, evitando soluções que podem danificar componentes como plástico e couro.

Não deixar o tanque com pouco combustível

Apesar de muitas pessoas não saberem ou não prestarem atenção a essa informação, o combustível tem um prazo de validade. Apesar de as características químicas permanecem inalteradas durante um tempo, após determinados períodos, elas começam a perder sua qualidade.

A vida útil é aproximadamente de 2 a 3 meses para os combustíveis comuns, sendo que fatores externos como calor e umidade podem interferir na durabilidade. Após esse período, o combustível pode prejudicar o sistema de injeção do carro, pois a gasolina passa a criar resíduos e impurezas que sujam e podem entupir o filtro de combustível. Além disso, se o carro estiver parado na garagem sem funcionar, há o risco de que os bicos injetores no motor sejam danificados.

É válido ressaltar ainda que o diesel é o combustível mais vulnerável aos fatores externos, como a presença de água, que promove o crescimento microbiano e até a formação de borras no tanque. O álcool, por sua vez, é o que contém maior vida útil, pois conta com boa estabilidade química e não se degrada com facilidade em condições normais de armazenagem.

No entanto, a melhor solução não é deixar o tanque pouco abastecido, pois o processo de degradação ou de absorção de umidade geralmente ocorrem pelo contato com o ar. Por isso, quando o tanque está vazio, o combustível fica menos protegido desse contato.

As melhores formas de prevenção nos casos em que o veículo for ficar na garagem por mais tempo são utilizar combustível de alta octanagem — pois ele conta com maior resistência e durabilidade devido a detergentes misturados ao combustível, os quais auxiliam na preservação da mecânica do motor e proporcionam um menor desgaste das peças — e manter o tanque com o suficiente para rodar por volta de 15 dias, evitando faltas ou exageros.

Verificar os níveis de óleo

O óleo do carro é o responsável por limpar, lubrificar e refrigerar o motor. Por isso, merece uma atenção especial em todos os momentos, inclusive quando o veículo é pouco utilizado. Caso tenha o interesse de conhecer as especificações de cada modelo, basta consultar o manual do proprietário e seguir as recomendações.

Para saber qual é a data indicada para a próxima troca de fluídos, o proprietário do veículo deve prestar atenção ao mostrador do painel e ao adesivo que foi colado no para-brisa na última manutenção feita. A melhor dica para evitar problemas com o óleo do seu veículo é, sem dúvidas, ligá-lo com frequência para que o lubrificante circule no motor.

Preservar a pintura

Preservar a pintura também é um fator importante da manutenção do carro na pandemia, uma vez que poeiras ou até mesmo condições climáticas podem afetar a lataria e a pintura do veículo.

Uma boa forma de manter o veículo protegido é guardá-lo em um local limpo e coberto, sem poeiras ou contato com animais. Outra solução eficaz é utilizar uma capa. Dessa maneira, evita-se o desgaste do automóvel.

Agora que você já sabe quais cuidados precisam ser adotados para fazer a manutenção do carro na pandemia, coloque as nossas dicas em prática para que o seu veículo não seja prejudicado.

Além disso, lembre-se de que, quando essa situação passar e o seu carro voltar a rodar, será necessário fazer uma avaliação de componentes como freios, bateria, ar-condicionado, suspensão, motor, entre outros, a fim de se certificar que os bons cuidados adotados resultaram na manutenção de um bom funcionamento do veículo.

Se você gostou das nossas dicas, compartilhe este post em suas redes sociais e ajude outras pessoas a conhecerem quais são os cuidados essenciais com o carro durante o período de pandemia.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário