Como escolher a marca de autopeças certa?

Como escolher a marca de autopeças
6 minutos para ler

Você, como especialista no assunto, sabe que a satisfação do cliente em uma oficina mecânica não depende apenas da prestação de um bom serviço. Na verdade, escolher o produto e a marca de autopeças certos também interfere nessa satisfação.

O fato é que trabalhar com peças de baixa qualidade pode influenciar diretamente na durabilidade dos serviços e na credibilidade do mecânico. Isso porque se o cliente tem qualquer dor de cabeça em relação a um componente do veículo que acabou de pagar para consertar, certamente colocará a culpa em você — e o seu foco está em sempre garantir a melhor experiência para seu cliente!

Como sabemos que você não quer passar por esse tipo de situação e nem deseja ver os seus clientes sofrendo com problemas recorrentes no veículo, preparamos este post para auxiliá-lo a escolher a marca de autopeças certa para a sua oficina e prevenir dores de cabeça.

Confira, a seguir, alguns fatores que você deve considerar na hora dessa escolha!

Veja também:

> Como escolher a marca de bomba d’água ideal para meu cliente?

> O trabalho do mecânico após a entrega do carro: como fazer o pós-venda automotivo?

> Como se tornar um mecânico de confiança? Veja 5 dicas para colocar em prática

 

Dicas úteis para acertar na escolha da marca de autopeças

Garantia da marca

Um dos primeiros itens que você deve analisar na hora de escolher uma marca de autopeças é a garantia oferecida pelo fabricante. Em geral, marcas de alta qualidade e boa procedência oferecem prazos de garantia diferenciados ao consumidor, o que acaba trazendo mais segurança tanto para quem utiliza quanto para o mecânico que faz a instalação.

O ponto forte da garantia é a possibilidade de substituição sem custo da peça, durante o prazo estabelecido pela marca. Assim, caso ocorra algum problema no componente, fica mais fácil e rápido resolvê-lo.

Suporte técnico

Outro ponto bastante importante é o suporte técnico oferecido pela marca. Sabemos que existem peças que não demandam grandes conhecimentos técnicos para serem instaladas e utilizadas. Porém, existem aquelas que apresentam particularidades ou questões mais complexas durante a substituição ou reparo.

Nessa hora, contar com o apoio do próprio fabricante pode fazer toda a diferença na qualidade do serviço oferecido e no tempo de execução — dois fatores bastante valorizados pelos clientes.

Esse suporte técnico envolve não só a possibilidade de buscar orientações com o fabricante, mas também a possibilidade de receber apoio de profissionais especializados indicados pela marca. Dessa forma, em caso de dúvida ou um problema mais complicado, há esse recurso para ajudar você a atender a demanda do seu cliente prontamente.

Reconhecimento e solidez de mercado da marca

Ao optar por uma marca de autopeças, certamente um dos critérios que mais devem pesar na decisão é o reconhecimento e a solidez da fabricante no mercado. Com tanta variedade de produtos e marcas disponíveis, é preciso ser criterioso e exigente na hora de definir aquelas com as quais pretende trabalhar.

Esse tipo de avaliação está entre as mais seguras de se fazer, já que a regra é que as marcas mais reconhecidas no mercado sejam também aquelas que apresentam uma boa qualidade de construção, segurança e durabilidade. Logo, é por elas que você deve optar.

Este é um ponto que já deve constar em seu checklist, mas que é imprescindível reforçar: oriente o seu cliente a não escolher uma marca apenas em razão do preço. Nem sempre a marca mais cara é a melhor, assim como nem sempre aquela com menor custo terá uma baixa qualidade.

Nesse sentido, já que o consumidor, na maioria dos casos, não tem tanto conhecimento a respeito de autopeças, o mecânico precisa oferecer esse suporte na hora da escolha.

Para isso, a nossa dica é que você, enquanto profissional, busque referências das melhores marcas a partir de pesquisas realizadas no mercado, a exemplo da última elaborada pelo Ibope, em 2018, a qual listou as marcas de autopeças mais admiradas pelos mecânicos e a Nakata aparece entre as primeiras.

Treinamento oferecido aos profissionais

Seguindo com as nossas dicas para ajudar você a escolher a melhor marca de autopeças, destacamos a importância de optar por empresas que têm uma preocupação em treinar e qualificar os profissionais que as utilizarão.

Esses treinamentos são muito úteis para quem atua na área de manutenção de autos, já que receber orientações do próprio fabricante sobre como instalar, reparar ou utilizar determinado produto é muito mais seguro e produtivo do que aprender por conta própria.

Quando se trata de peças mais caras e complexas, esses treinamentos têm uma importância ainda maior, pois preparam melhor o profissional para manuseá-las, evitando qualquer tipo de dano e prejuízo para a oficina e para os seus clientes.

Durabilidade das peças

Sem dúvida alguma, a escolha de uma marca de autopeças deve passar pelo quesito durabilidade. Lembramos a você que quando um cliente procura uma oficina, ele quer ter seu problema solucionado da melhor maneira possível, e uma das formas de garantir isso é trabalhando com peças de qualidade.

Nesse ponto, destacamos a importância de se buscar peças que passem por procedimentos de avaliação de qualidade em institutos especializados, como é o caso do Inmetro no Brasil. Esse cuidado é uma garantia a mais para os seus serviços e a satisfação do cliente.

Indo além, é preciso lembrar que a utilização de peças de qualidade duvidosa ou de segunda linha não é o recomendada quando se prima pela qualidade. Essas peças podem até ser mais baratas, mas, no geral, acabam tendo uma vida útil bem menor, podendo apresentar problemas rapidamente. Caso aconteça, é bem provável que o cliente ficará insatisfeito e perderá a confiança na oficina que o prestou serviços.

Como foi possível perceber, a escolha da marca de autopeças certa não é nenhum bicho de sete cabeças. Pelo contrário, é preciso apenas saber quais os pontos mais importantes a serem avaliados e ir em busca daquela que mais se enquadra nos critérios citados.

Esperamos que, a partir das dicas e informações trazidas nesse post, você se sinta mais seguro e preparado para fazer a melhor escolha para o seu negócio e para os seus clientes.

Então, gostou deste artigo? Restou alguma dúvida que queira compartilhar conosco? Deixe seu comentário abaixo!

Você também pode gostar

5 thoughts on “Como escolher a marca de autopeças certa?

    1. Olá, Paulo!
      Obrigado. Ficamos felizes em saber que aprecia nosso apoio ao Café Brasil.
      E seja bem-vindo ao nosso blog, aqui tem muita dica legal para você cuidar melhor do seu carro!

Deixe um comentário