Como escolher a marca de bomba d’água ideal para meu cliente?

bomba d água
10 minutos para ler

Como você já deve saber muito bem, há muitos fabricantes de bomba d’água no mercado e alguns deles oferecem excelência tanto nos seus produtos quanto no atendimento e no suporte pós-vendas. Isso faz bastante diferença na qualidade final do seu serviço e na satisfação do cliente. Então, como escolher a marca certa para essa peça de reposição?

Para ajudar você a não ter problemas no futuro com esse componente, elaboramos este post com dicas de como adquirir a bomba d’água ideal para o veículo que está sendo reparado. Confira!

Veja também:

> Como escolher a marca de autopeças certa?

> Como se tornar um mecânico de confiança? Veja 5 dicas para colocar em prática

> O que é o Controle Eletrônico de Estabilidade e como funciona na prática?

 

Quais são os diferentes tipos de bomba d’água existentes no mercado?

Primeiramente, é importante dar atenção à especificação correta da bomba d’água. Em alguns casos, não basta apenas verificar a montadora e modelo do carro. É preciso ver, também, o tipo de motor utilizado, pois as bombas, geralmente, não são intercambiáveis.

Como exemplo, podemos citar os motores EA111 e EA113 da Volkswagen, que equipam os carros da família Gol (Gol, Saveiro e Voyage). São quatro tipos de bomba d’água para esses veículos, assim divididas:

  • motores 1.0 e 1.6 de 8 válvulas até a geração IV;
  • motores Power, com a polia mais alta (afastada do corpo);
  • motores 1.0 e 1.6 de 16 válvulas, de polia mais larga por conta da correia dentada;
  • motores dos modelos da Geração V, com rotor de aço.

Outro caso que pode ser citado é o dos motores E.torQ, da Fiat. Na primeira versão, o diâmetro do alojamento com a bomba da direção hidráulica é de, aproximadamente, 29mm e a profundidade, de 13,5mm.

Já nos motores mais novos, o diâmetro passou a ser maior (38mm) e a profundidade, menor (3,5mm). Além disso, a bomba d’água pode ser parcial ou completa.

Podemos citar também o caso do fiat Uno cujas bombas são exatamente iguais em termos visuais, porém uma delas tem rolamento reforçado para os motores que utilizam correia Poly V.

Esses são somente três exemplos. Para outros modelos e montadoras, também há diferenças. Por isso, o ideal é consultar os catálogos de aplicação do fabricante e verificar os códigos de conversão.

Quer saber mais sobre como identificar a aplicação correta. Assista o vídeo que preparamos para você:

Não deixe de se inscrever no nosso canal no Youtube para ver mais vídeos como esse.

 

Como descobrir o código correto da peça que o veículo do seu cliente precisa?

Para descobrir o código correto, é preciso que o fabricante da bomba d’água forneça informações precisas sobre seus produtos. Quanto mais detalhado for seu catálogo, melhor é para o mecânico, que pode escolher o modelo certo para o motor que está sendo reparado.

Dessa forma, a escolha da marca deve ser iniciada pela qualidade de seus catálogos de aplicações. Dados técnicos como medidas, quantidade de dentes na polia (se for o caso), códigos de conversões e relação de modelos de veículos compatíveis (aplicações) são algumas das informações necessárias.

Ainda, bons catálogos disponibilizam fotos dos produtos da marca. Isso pode ajudar a tirar dúvidas sobre um componente que já esteja instalado no carro do cliente, por exemplo. Porém, somente a comparação visual não é suficiente para escolher o modelo da bomba d’água a ser aplicado, por dois motivos básicos.

Primeiramente, a peça que está sendo substituída não é, necessariamente, uma amostra confiável. Pode ter sido instalada equivocadamente. Em segundo lugar, apesar de alguns modelos do componente serem visualmente muito parecidos, na maioria das vezes, não são intercambiáveis. E o uso de uma bomba d’água correta e de alta qualidade faz toda a diferença.

Qual é a importância de usar uma bomba d’água de alta qualidade?

Em alguns casos em que um problema é encontrado na bomba d’água, o próprio cliente se propõe a comprar a peça e acaba trazendo a opção mais barata ou solicita que seja colocada a marca mais em conta.

Porém, não é aconselhável trabalhar com fabricantes que não garantam a qualidade e a compatibilidade ideais para esse componente. Afinal, é certo que haverá desgaste prematuro, especialmente das vedações. Além disso, há o risco de danos maiores, como o superaquecimento do motor ou a perda de sincronismo da correia dentada, causando o atropelamento de válvulas.

Ou seja, o melhor a se fazer é deixar claro para o cliente que o barato pode sair muito caro e indicar uma marca confiável. No final, o dono do veículo vai entender e acreditar mais em sua opinião profissional do que se você aceitar usar qualquer produto e, assim, trouxer mais problemas para ele.

Portanto, a escolha de um bom fabricante de bomba d’água é essencial para evitar que o cliente tenha seu automóvel parado mais uma vez, que a oficina tenha prejuízos com os custos da garantia e que você saia com a reputação manchada.

Quais são as características da bomba d’água que devem ser conhecidas para se realizar uma boa troca e escolher a melhor marca?

Quanto mais conhecimento você tiver sobre o produto de um determinado fabricante, suas especificidades e funcionamento, mais fácil será para escolher o modelo correto da peça. Da mesma forma, melhor será sua avaliação sobre a qualidade da marca.

Portanto, antes de adquirir uma bomba d’água, tenha em mãos as seguintes características do modelo do componente compatível com o motor do veículo, para poder conferir se a peça fornecida é a correta.

Especificações da polia

A polia deve ser compatível com a correia dentada ou a Poly V (correia de acessórios), a depender do caso. Elas precisam se encaixar perfeitamente, pois um desajuste pode fazer com que a bomba pare de trabalhar, além do risco de atropelamento de válvulas.

Para tanto, confira a largura da polia e seu diâmetro, bem como a quantidade de dentes, se for o caso, conferindo com as especificações da montadora.

Matérias-primas da polia e do rotor

É importante, também, que a polia e o rotor da bomba d’água tenham sido produzidos em metal inoxidável, com alta precisão nas especificações e durabilidade elevada (sinterizado).

Funcionamento das partes

Inspecione manualmente a peça, conferindo se não há folgas nos rolamentos internos do eixo. Force, com cuidado, a polia e o rotor para verificá-los quanto a fixação no eixo.

Kit de vedação incluso

Incluir o kit de vedação para a instalação da bomba d’água é um bom indício da preocupação do fabricante em facilitar o trabalho do reparador. Portanto, verifique se ele está incluso.

Cuidado com falsificações

Para evitar falsificações, confira sempre se a peça é compatível com o que diz o catálogo da marca. Outra dica é observar se o código e o nome do fabricante estão inscritos no corpo da bomba.

Garantia do produto

Marcas que confiam em seus produtos não têm medo de oferecer garantias contra defeitos de fabricação. Portanto, confira se a empresa se responsabiliza por um prazo suficiente, no mínimo de seis meses, para dar mais segurança para você e seu cliente.

Marca reconhecida no mercado

Um dos principais fatores para a escolha da bomba d’água a ser usada é a boa reputação do fabricante no mercado. Se ele não tem muita aceitação, principalmente entre os profissionais mecânicos, ou não conta com reconhecimento da sua marca, não arrisque. Prefira sempre empresas com experiência e histórico de investimentos no desenvolvimento de seus produtos.

Além de optar por um fabricante de renome, é indispensável tomar alguns cuidados na instalação da bomba d’água para assegurar sua eficiência e conservação. Falaremos sobre isso no tópico a seguir.

Quais cuidados devem ser tomados ao instalar a bomba d’água?

A bomba d’água é um componente sensível do motor. Qualquer erro na sua instalação ou na manipulação é capaz de avariar a peça, o que leva a todos aqueles problemas que já conhecemos. Portanto, o melhor é redobrar a atenção na instalação, certificando-se de tomar os cuidados abaixo.

Confira a limpeza do sistema

É importante que em toda troca de bomba d’água seja feita a limpeza do sistema de arrefecimento. Esse serviço serve para tirar as impurezas e restos do líquido velho que podem comprometer a integridade da peça nova.

Verifique os componentes do sistema

Aproveite para conferir se não há vazamentos no sistema fazendo testes de pressão. Verifique as condições das mangueiras, do reservatório, dos selos e das juntas. Além disso, é necessário avaliar as condições da válvula termostática, dos sensores automotivos e do radiador.

Aperte os parafusos conforme recomendação

Use o torque indicado pelo fabricante para atarraxar os parafusos. Para evitar empenamentos e desalinhamento da bomba, aperte-os alternadamente.

Tenha o mesmo cuidado com a carcaça da válvula termostática

Ao instalar a carcaça da válvula termostática, utilize o torque indicado pelo fornecedor. Essa peça é, geralmente, feita de material sensível, como plástico ou alumínio, e o torque correto nos parafusos evita tanto o afrouxamento do componente como a ocorrência de fissuras e quebras, inclusive, na vedação.

Ajuste a correia com a tensão correta

Consulte o manual do proprietário do veículo para saber a tensão correta para ajustar as correias do motor. Muito frouxas, escapam facilmente. Apertadas demais, forçam o eixo da bomba d’água, levando a um desgaste prematuro dos componentes.

Coloque o líquido de arrefecimento indicado

Misture a água desmineralizada com o aditivo indicado pela montadora do automóvel na proporção correta. Dessa forma, o líquido terá as propriedades necessárias para evitar corrosões, ressecamentos de vedações e mangueiras, bem como a ebulição da água.

Como vimos, uma falha na bomba d’água pode provocar problemas muito sérios em um veículo. Por isso, é importante escolher uma marca confiável para usar nos carros de seus clientes. Além disso, deve-se tomar alguns cuidados no momento da instalação para que ela possa funcionar em perfeitas condições, mantendo a temperatura do motor com eficiência.

Nossas dicas foram úteis? Então, não guarde essas informações apenas para você! Compartilhe com outras pessoas este conteúdo em suas redes sociais!

Você também pode gostar

5 thoughts on “Como escolher a marca de bomba d’água ideal para meu cliente?

Deixe um comentário