Cuidados com carros esportivos
Carros

Quais cuidados devem ser tomados com carros esportivos?

COMPARTILHE:

Potência, velocidade e um design totalmente diferenciado, os esportivos são projetados para que o motorista tenha uma experiência inovadora ao volante. Devido a essas características especiais, eles são o sonho de consumo de muitas pessoas. Se o seu desejo é ter um desses na garagem, saiba que eles também exigem uma manutenção adequada, cautela na condução e atenção na hora da compra.  Quer saber mais? Então, continue a leitura deste post e confira quais os cuidados com carros esportivos que você deve tomar para ampliar a vida útil destes carrões.

Condução na cidade

Infelizmente, nos centros urbanos o condutor não pode usufruir totalmente da potência dos esportivos, seja pela quantidade de semáforos ou pelas condições do asfalto.

Por serem mais rebaixados que os modelos utilitários e ficarem mais próximos ao chão, esses carros precisam da cautela do motorista ao passar por lombadas e desníveis nas ruas para evitar problemas na suspensão. Um descuido ainda pode resultar em um para-choque danificado, escapamento furado ou pneu cortado.

É preciso também controlar a aceleração e a frenagem, principalmente ao arrancar no semáforo. O ideal é esperar o veículo da frente se distanciar. Ao apertar o acelerador com um pouco mais de força você pode causar colisão se a distância não for adequada. O mesmo acontece com a frenagem: um leve toque faz o veículo parar quase que instantaneamente, por isso, sensibilidade é essencial para conduzir um esportivo.

Ao lidar com carros potentes, tenha em mente que se trata de uma máquina que pode colocar a sua vida e de outras pessoas em risco se não for utilizada da maneira correta. Conduza de maneira defensiva para que possa desfrutar sempre do melhor do seu automóvel.

Quer aproveitar todos os recursos do seu veículo? Procure uma pista sem buracos e trânsito para poder acelerar. Dentro da cidade é preciso respeitar os pedestres, os outros motoristas e as sinalizações. Não seja imprudente!

Manutenção da cor

Independentemente da cor do seu esportivo, ela deve estar sempre vibrante. Nada de usar muita química para lavar seu possante. Existem no mercado shampoos específicos para automóveis! Caso não encontre, é melhor optar pelo velho e bom sabão neutro.

Ceras e selantes ajudam a reduzir o número de lavagens, já que diminuem a quantidade de sujeira que gruda na lataria.

Algumas ceras proporcionam um desempenho maior em cores específicas, por exemplo, nas cores escuras se aconselha utilizar produtos que tenham alta concentração de carnaúba — que proporciona alto brilho e tem excelente repelência a água.

Já nos carros com cor clara, a versão de selante misturado com cera de carnaúba é capaz de proporcionar uma proteção de até 8 meses e deixar a tonalidade semelhante a de um 0 km.

A cristalização — uma aplicação de resina sobre a pintura do veículo — também é uma ótima alternativa para evitar que as ações externas comprometam o verniz. Sempre opte por um profissional especializado e de sua confiança para realizar este procedimento.

Fique atento a cor da pintura na hora de adquirir o seu esportivo! As mais vivas como amarelo, laranja ou vermelho, apesar de chamarem muita atenção, só valem realmente a pena se você estiver disposto a ficar com o veículo por muito tempo. Caso contrário, você pode ter dificuldades para vender o automóvel depois.

Manutenção preventiva

Realizar o alinhamento e balanceamento do automóvel é muito importante. O check-up dos itens da suspensão periodicamente também é essencial. Além disso, a aquisição de pneus apropriados para carros esportivos que melhoram a performance, a aderência ao solo e aerodinâmica desses veículos deve ser considerada.

Estacionamento correto

O aconselhável é que os esportivos sejam guardados em uma vaga coberta, longe da exposição excessiva no sol, chuva ácida, sereno, chuva de granizo, entre outros fatores naturais que podem prejudicar a pintura do veículo. Mas se isso não for possível, o motorista deve utilizar uma capa protetora.

Ao optar pela proteção com capa, prefira as versões fabricadas com polietileno e que seja forrada. Alguns materiais, como o PVC e polipropileno, podem causar danos à pintura, ainda mais se o veículo estiver no sol.

A capa não pode ser utilizada quando o motor do veículo estiver quente, porque ela pode grudar na pintura.  Quando a superfície do veículo estiver molhada, também é melhor não utilizar o acessório, já que umidade é um fator que promove o desgaste do verniz.

Custos com manutenção

As peças de um carro esportivo não são comuns, o que faz com que seus valores sejam elevados. Por isso, mesmo na compra de um usado, é preciso considerar os custos com manutenção e analisar se vale realmente a pena o investimento.

Os gastos anuais para manter alguns modelos rodando em perfeito estado podem ser bem altos, quase o valor de outro veículo.

Proprietários do McLaren F1 gastam em torno de R$66,4 mil (com esse valor é possível comprar uma BMW 13oi usada, com 265 cv). Entre as principais manutenções desse possante estão a troca de óleo e pneus.

O custo de manutenção da Ferrari Enzo também é grandioso. A cada 24 mil km é preciso trocar os filtros e o óleo, a troca das velas, do filtro de combustível e da correia dentada deve ser feita a cada a 48 mil km. Já imaginou?

Lembre-se que os consertos dos esportivos precisam ser realizados com profissionais especializados, que conhecem a mecânica desses importados e têm a tecnologia adequada para realizar os reparos. Sempre obtenha referências antes de deixar o seu carro em uma oficina!

Pesquisar cuidadosamente os valores de manutenção, da reposição de peças e a disponibilidade delas no mercado, é essencial para não tornar a realização do seu sonho em uma tremenda dor de cabeça.

Mesmo se a proposta for tentadora, não compre veículos esportivos com valores abaixo da tabela, mas com reparos a serem realizados, pois futuramente você terá muitos prejuízos.

Agora que você já sabe quais os cuidados com carros esportivos são necessários tanto na hora da compra quanto na manutenção, que tal conhecer a diferença entre os veículos de competição e os normais?

Carros
COMPARTILHE: