novas tecnologias para carros do futuro
Carros

O que esperar do lançamento de carros até 2020?

COMPARTILHE:

Desde a criação do primeiro automóvel, diversos modelos chegaram ao mercado, acompanhados por tecnologias antes nunca imaginadas. No decorrer dos anos, os consumidores ficaram ainda mais exigentes em relação ao conforto e segurança dos veículos, estimulando esse avanço tecnológico.

Até o ano de 2020, muitas novidades acompanharão o lançamento de carros. Quer saber mais? Continue a leitura deste post e fique por dentro das novas tecnologias para carros do futuro:

Carros autônomos

A automação não vai demorar para chegar aos veículos de rua. Pelo menos é o que demonstram os protótipos apresentados no Salão de Automóveis de Frankfurt, na Alemanha, que terminou no dia 24 de setembro.

No evento foi lançado o novo Audi A8, o primeiro modelo do mercado com sistema autônomo nível 3. O condutor pode ativar um recurso do carro para não precisar monitorar as suas ações. Enquanto isso ele pode ler, falar ao telefone ou utilizar a central de entretenimento disponível.

Por enquanto, essa função do A8 só pode ficar ativa em congestionamentos na estrada, com uma velocidade de até 60 km/h. O veículo ainda monitora o motorista para saber se ele está acordado e disponível para reassumir o controle, caso seja necessário.

A Tesla, uma empresa norte-americana, deve ser a próxima a mostrar uma versão com automação nível 3 ainda em 2017.

O próximo nível dos veículos autônomos é o 4. Esse tipo de automação poderá dispensar o motorista na maior parte do tempo, como no conceito Elaine, mostrado pela Audi em Frankfurt. O condutor só precisará assumir o volante caso o carro não saiba como reagir em algumas situações no trânsito.

Quando carros com nível de automação 5 estiverem disponíveis para a venda, a condução será 100% automatizada e os passageiros terão que aguardar somente a chegada ao endereço estipulado. A montadora Chevrolet colocou em teste nas ruas dos Estados Unidos uma frota de Bolt equipada com um avançado sistema de sensores e radares para que possa receber esta tecnologia.

Freio automático

Já existem veículos à venda no mercado que contam com um assistente de frenagem autônomo, que funciona por meio de um sensor instalado no para-brisa. Caso o sistema perceba que o carro está se aproximando do veículo da frente em uma velocidade muito alta, com uma redução radical da distância, os freios são acionados automaticamente.

No entanto, a partir de 2018, os automóveis deverão detectar os pedestres e frear quando não existir nenhuma rota alternativa. Até 2020, haverá um freio automático capaz de visualizar carros que venham de direções perpendiculares e outros modelos de freios automáticos capazes de parar o veículo se o condutor estiver distraído.

Veículos elétricos

Os carros elétricos contribuem para um planeta mais limpo. Por se tratar de veículos que não emitem poluentes, eles poderão ser a solução para reduzir a emissão de componentes tóxicos nos grandes centros urbanos.

A tendência é que a venda dos carros elétricos em todo o mundo cresça constantemente, já que os valores dos EVs serão equiparados aos veículos populares movidos a combustível. De acordo com estudos da equipe de transportes da Bloomberg New Energy Finance, o número de elétricos saltará de 700 mil para 3 milhões até 2021.

Os problemas de autonomia baixa já estão sendo contornados. O protótipo do Porsche Mission E, por exemplo, já consegue percorrer 500 km a cada carga de bateria. A versão definitiva será lançada em 2019.

Design inovador

Com o objetivo de aproveitar melhor os espaços e reduzir o trânsito nas cidades metropolitanas, os carros do futuro terão formas arredondadas e portas com aberturas não convencionais: elas abrirão para cima, de lado ou deslizando.

Inteligência artificial

Esse recurso será a base dos carros nos próximos anos. Os veículos usarão sistemas avançados que consigam captar as emoções dos condutores. Eles serão capazes de coletar dados sobre a rádio favorita do motorista, as suas reações perante algumas situações no trânsito e até mesmo analisar a dilatação das pupilas. Incrível, não?

Todas as informações serão armazenadas e, sempre que o motorista entrar no carro, a máquina se comportará da mesma maneira. Entre as atividades automáticas que o veículo realizará com base nas informações coletadas está a sincronia na estação de rádio mais ouvida pelo condutor.

Na visão da Toyota, uma das principais marcas que trabalham no desenvolvimento de carros com inteligência artificial, os automóveis não serão simplesmente carcaças, mas, sim, máquinas personalizadas sob medida que proporcionarão uma experiência agradável aos seus proprietários.

Painel interativo

Entre as apostas dos carros do futuro está a projeção de informações em tempo real no para-brisa, com o auxílio do Head Up Display. A fabricante BMW já utiliza a tecnologia para exibir alguns dados básicos como velocidade e previsão do tempo. Porém, a intenção é que ela seja utilizada para identificar objetos à frente do veículo na pista e a distância em que ele se encontra.

Interior diferenciado

As cabines futurísticas foram um dos temas mais comentados do Salão de Frankfurt. As montadoras Audi e Renault são as pioneiras no desenvolvimento de conceitos de veículos mais espaçosos e confortáveis.

A proposta é transformar o interior dos carros em verdadeiras salas de descanso: os bancos dianteiros vão girar em 180° para que os passageiros possam conversar com as pessoas do banco traseiro. Será possível também configurar a cabine para acionar uma pequena mesa central, e até mesmo um sofá que ficará acoplado ao assoalho. Tudo por meio de botões.

Conexão 4G

De nada adianta um carro ter diversas funções inteligentes se não ele não contar com uma excelente internet. Montadoras de veículos autônomos disponibilizarão a conexão 4G de alta velocidade para que o condutor possa realizar as suas principais tarefas diárias tranquilamente: ouvir músicas, enviar e-mails, ler notícias ou enviar mensagens.

Carros leves

Automóveis com o peso reduzido terão uma autonomia ainda melhor. Quanto menor o peso, menos energia será gasta para movimentá-los. O Ford Fusion é um dos modelos que já estão passando por modificações: o uso de materiais leves e peças com fibra de carbono já conseguiu reduzir 300 kg.

Sem dúvidas, os automóveis do futuro serão muito diferentes dos atuais. Gostou das novidades que estarão presentes no lançamento de carros nos próximos anos? Então que tal compartilhar com seus amigos nas redes sociais?

Carros
COMPARTILHE: